domingo, agosto 7, 2022
InícioPolíticaDanielle Garcia deixa o Cidadania e filia-se ao Podemos

Danielle Garcia deixa o Cidadania e filia-se ao Podemos

O ato de filiação da Delegada Danielle Garcia ao Podemos deve acontecer nesta terça, 20. E agora, como ficará o deputado Zezinho Sobral? Continuará comandando, será comandado ou deixará a sigla?

O senador Alessandro Vieira informou nesta segunda-feira (19) que a delegada Daniele Garcia irá se filiar ao Podemos. “nesta terça-feira, 20, avançamos na renovação política de Sergipe, com a filiação de Danielle Garcia no Podemos, partido parceiro no Senado e que agora se soma no projeto do nosso grupo em Sergipe. É mais uma opção para os sergipanos que desejam mudar de verdade”, disse Alessandro.

Ao comentar sobre o anúncio de Filiação de Danielle, Alessandro disse que “a parceria continua a mesma, agora somando mais um partido na nossa construção”, destaca o senador Alessandro Vieira.

A delegada Danielle Garcia passou o final de semana em Campos de Jordão com a família e retornou no domingo (18), nesta segunda-feira (19) ela postou no Twitter uma sinalização da sua nova sigla partidária: “Oi, pessoal! Vem comigo: Eu posso Tu podes Ele pode Nós…” (podemos)

Previsão acertada – Já há algumas semana que o Faxaju Online, através da coluna “Plenário” noticiou que a delegada Danielle Garcia estaria recebendo convites de alguns partidos políticos e inicialmente tentou o PSDB, mas não deu certo, em razão da permanência do seu presidente regional, ex-senador Eduardo Amorim, que vai permanecer na sigla.

Danielle Garcia esteve com a presidente do Podemos, deputada Renata Abreu e depois de longa conversa houve a primeira sinalização para filiação, mas depois de uma conversa com o atual presidente regional, deputado Zezinho Sobral, que inicialmente desmentiu a ida de Danielle para o seu partido.

Na manhã desta segunda-feira, o anunciou feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania) da ida de Danielle para o Podemos, provocou surpresa nos meios políticos, porque anteriormente as informações eram de que ela continuaria ligada ao senador, mas não pretendia seguir todos os seus passos.

A partir de agora já circula a informação de que Danielle pode ser candidata a senadora pelo Podemos, com Alessandro disputando o Governo pelo partido cidadania, ou até mesmo disputar o Governo em caso do senador aceitar os convites de ser terceira via como candidato a presidente da República.

Sobre filiação – O ato de filiação se dará (nesta terça-feira (20), ao meio-dia, no restaurante Paisano, em Aracaju (SE), onde, a partir das 15horas, a mais nova integrante do Podemos e lideranças do partido, capitaneadas pela presidente nacional, deputada federal Renata Abreu, pelo coordenador regional Adriano Stefanni e pela presidente nacional do Podemos Mulher, Márcia Pinheiro, atenderão a imprensa.

“Que baita conquista é a chegada da Danielle em nosso Podemos. É uma mulher determinada, que não foge de desafios, corajosa e capacitada. Sua carreira profissional é pautada pela seriedade, ética e compromisso. E na política, também já mostrou ser líder nata, alinhada com os anseios da população. Estamos muito felizes com seu ingresso no Podemos”, diz Renata Abreu.

Leia também:

Executiva Estadual do Podemos não concorda com filiação da delegada Danielle Garcia

Danielle Garcia deixa o Cidadania e filia-se ao Podemos

Em nota à Imprensa, o deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos) diz que a anunciada filiação da delegada Danielle Garcia ao Podemos é um ato da Executiva Nacional, sem a concordância da Executiva Estadual e das Municipais.

A nota diz ainda que “atualmente, o Podemos de Sergipe segue uma linha política que não é a mesma da filiação realizada pela nacional. Isso contraria o planejamento estratégico do próprio partido, assim como as regras do compliance sugeridas e propostas para todos os diretórios”.

E conclui: – Vamos aguardar e avaliar o desfecho dessas questões e, em reuniões internas, definir que posição tomar a respeito. Lamentamos que a necessidade de composição de membros do Congresso Nacional, imposta pela legislação eleitoral, promova esse tipo de ato que combina mais com a velha política do que com os novos modelos de transparência, participação e construção coletiva. A nota é assinada por Zezinho Sobral.

Com informações do portal Faxaju Online

Reflexão: Sem querer comentar o fato e já comentando, parece que o deputado Zezinho Sobral, que é o atual comandante estadual da sigla (podemos) pode está colhendo o que plantou no passado recente. Quando tomou com a conivência da executiva nacional, o comando estadual do Podemos das mãos do ex-prefeito de Capela Manuel Sukita. Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela política, para saber como irá terminar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias