sábado, julho 20, 2024
InícioGeralNo Arraiá do Povo, púbico registra memórias Juninas

No Arraiá do Povo, púbico registra memórias Juninas

Espaços e cenografia do Arraiá do Povo destacam elementos da identidade cultural sergipana com relação aos festejos juninos.

O público que vai curtir o Arraiá do Povo, na Orla da Atalaia, está encantado com a decoração e aproveita para fazer registros para compartilhar e guardar na memória. As fotos e vídeos vão desde o pórtico de entrada, com a sanfona gigante em forma de portal, até os espaços internos, com painéis fotográficos onde as pessoas encaixam os rostos e paredes repletas de lambe-lambes (cartazes/posters) com ilustrações e frases de forró. Realizado pelo Governo de Sergipe, o evento disponibiliza ainda filtros para utilizar em ‘stories’ no instagram, no @governosergipe.

A carioca Aline Vieira, de 43 anos, veio do Rio de Janeiro para passar férias em Aracaju e está registrando tudo em fotos e vídeos, a exemplo da parede de lambe-lambes situada próximo ao palco Barracão da Sergipe. “É a segunda noite em que venho aproveitar o Arraiá do Povo e estou achando tudo maravilhoso, a programação, o espaço, a decoração, nunca vi igual. Amei o portal e as peças para tirar fotos. Estou apaixonada e já quero voltar de novo nessa época”, disse a analista de departamento pessoal.

Construção de memórias

Para as famílias que levam crianças, os registros significam a construção da memória dos pequenos, como afirma a enfermeira sergipana Keyla Bessa, que foi ao Arraiá do Povo com seu esposo Ewerton Caroso e o filho de dois anos e meio. “Viemos cedo para curtir com a criança e aproveitar para passar um tempinho em família. Como é uma época que o meu filho adora, registrar essa decoração tão bonita na cidade dele é guardar uma memória afetiva para ele mesmo. A decoração deste ano está incrível, a gente já entra animada quando vê o portal de entrada”.

O casal Henrique Vidal e Thamires Bomfim também levou os filhos, um com 10 anos de idade e o menor com seis anos. “Hoje é a primeira vez que estamos vindo ao Arraiá do Povo e estou achando super seguro. O evento está maravilhoso. Estamos tirando várias fotos que vão para o álbum da família, justamente para as crianças terem essa recordação quando crescerem e para relembrarem a cultura e tradição do nosso País do Forró”.

Geração de renda

Há ainda os artistas que aproveitam o evento para oferecer uma boa imagem para os frequentadores fazerem registros. Um exemplo é o artista cearense Otônio Paulinho da Silva, de 43 anos, e que há 15 anos trabalha como estátua viva com o personagem ‘Virgulino Prateado’, uma releitura do clássico cangaceiro Lampião. As pessoas que quiserem tirar foto com ele, podem fazer uma contribuição espontânea de qualquer valor.

“Para mim, é uma alegria e um privilégio poder me vestir do personagem do Lampião, que é uma referência nordestina, e oferecer a minha imagem para as pessoas fazerem fotos e vídeos. Em troca, elas contribuem com quanto quiserem, pode até ser um abraço, que muitas vezes vale mais do que o dinheiro. Registrar momentos como esse são importantes para reviver a cultura para as próximas gerações, para ficar guardado na memória”, disse o artista.

País do forró

Este ano, o Governo de Sergipe preparou para os festejos juninos no estado uma programação com mais de 30 dias de festa. Na capital, a festa acontecerá em cinco pontos: Arraiá do Povo, na Orla da Atalaia, Rua São João, Gonzagão, Centro de Criatividade e 18 do Forte. No total, serão mais de 250 atrações, sendo 140 sergipanas, 40 nacionais, 60 apresentações de quadrilhas juninas e 40 trios pés de serra.

A programação dos festejos juninos realizada pelo Governo de Sergipe tem o patrocínio do Banese, Deso, Maratá, PagBet e Eneva, e apoio da Energisa e MOB.

Fonte: Ascom Sergipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias