segunda-feira, agosto 15, 2022
InícioPolíticaNova pesquisa mostra Lula e Bolsonaro quase empatados

Nova pesquisa mostra Lula e Bolsonaro quase empatados

Levantamento feito pela Paraná Pesquisas mostra que o ex-presidente seria vencedor em eventuais segundos turnos contra o atual chefe do Executivo e o ex-ministro da Justiça. Após anúncio de filiação, Moro surge como maior adversário de Lula e Bolsonaro.

Nova pesquisa mostra Lula e Bolsonaro quase empatados

Um levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas e divulgado nesta segunda-feira, 22, mostra o apresentador o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro na terceira colocação da disputa presidencial para 2022, atrás apenas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do presidente Jair Bolsonaro. No início do mês de novembro, o ex-juiz federal se filiou ao Podemos e se apresentou como pré-candidato à Presidência da República. Apesar do crescimento do nome do ex-ministro, os cenários continuam sendo liderados por Lula e Bolsonaro.

Em pesquisa espontânea, em que os nomes dos possíveis candidatos não são apresentados, Lula aparece na frente com 19,7%, seguido pelo atual chefe do Executivo, com 18,4%, e por Moro, com 2,8%. Na sequência, Ciro Gomes obteve 1,3% das citações, o governador de São Paulo, João Doria, 0,4%, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, 0,2%, e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, 0,2%. Os outros nomes citados somam apenas 0,5% das menções. Dos entrevistados, 45,3% não soube ou não respondeu, enquanto 11% não votaria em ninguém.

Cenário 1 e Cenário 2

Nova pesquisa mostra Lula e Bolsonaro quase empatados

No primeiro cenário estimulado, foram apresentados os nomes de Jair Bolsonaro, Sergio Moro, Ciro Gomes, João Doria, Mandetta, da senadora Simone Tebet (MDB) e dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Rodrigo Pacheco (PSD). Nesse caso, 34,9% dos entrevistados votariam no petista. Logo atrás, vem Bolsonaro com 29,2%. Em seguida, Moro aparece com 10,7%; Ciro Gomes, com 6,1%; Doria, com 3,1%; e Mandetta, com 1,2%. Simone Tebet, Alessandro Vieira e Rodrigo Pacheco tem menos de 1% dos votos. Do total, 3,5% não soube/não respondeu e 9,9% votaria em nenhum/nulo/branco. No segundo cenário de primeiro turno, Doria é substituído por Eduardo Leite (PSDB) – os tucanos estão disputando prévias partidárias para escolher o seu candidato à Presidência. Nesse cenário, Lula continua a liderar com 35,1%, seguido de Bolsonaro (29,8%), Sergio Moro (11,0%), Ciro Gomes (6,1%), Eduardo Leite (1,6%), Mandetta (1,4%), Simone Tebet (0,5%), Alessandro Vieira (0,4%) e Rodrigo Pacheco (0,3%). Brancos e nulos somam 10,2% e 3,4% não sabe/não respondeu.

Cenário 3 e Cenário 4

Em terceiro cenário, o ex-presidente continua na liderança com 35,5%, contra 29,6% de Bolsonaro. Moro fica com a terceira colocação e tem 11,2% das intenções de voto. Ciro Gomes obtém 6,6% e Doria, 3,4%. O último cenário apresentado troca o nome de Doria pelo de Leite. Ainda assim, Lula fica na frente com 35,8%, seguido de seu maior adversário, Jair Bolsonaro (30,1%). Sergio Moro contabiliza 11,7%, Ciro Gomes, 6,6%, e Leite, 1,7%.

Segundo Turno

Nas simulações para o segundo turno, o ex-presidente Lula venceria tanto Bolsonaro quanto Moro. Em uma disputa contra o atual presidente, o petista fica com 42,5% frente aos 35,6% de Bolsonaro. Nulos/brancos somam 18,1%. Em um eventual segundo turno entre Lula e Moro, o ex-presidente tem 40,7% enquanto o ex-ministro aparece com 29,8%. Nesse caso, a taxa de votos nulos e brancos sobe para 26,1%. O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.020 pessoas entre os dias 16 e 19 de novembro de 2021 nos 26 Estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de 2% para os resultados gerais.

Com informações do portal Jovem Pan.

CAPA FIXA DE NOVEMBRO COVID

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias