sexta-feira, agosto 12, 2022
InícioEsportesSTF discutirá suspensão da Copa América no Brasil

STF discutirá suspensão da Copa América no Brasil

STF marca sessão para decidir sobre suspensão da Copa América no Brasil. Julgamento foi marcado a pedido da ministra Cármen Lúcia, que destacou ‘urgência e relevância do caso’; magistrados terão prazo de 24 horas para apresentar seus votos.

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou uma sessão virtual extraordinária para a análise de duas ações, movidas pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) e Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, que pedem a suspensão da Copa América no Brasil – o torneio será disputado a partir do domingo, 13.

O julgamento foi marcado pelo presidente da Corte, Luiz Fux, a pedido da ministra Cármen Lúcia, relatora do pedido do PSB. Em seu despacho, a magistrada destacou a “urgência e relevância do caso e da necessidade de sua célere conclusão”.

“Em razão da excepcional urgência e relevância do caso e da necessidade de sua célere conclusão, considerando que se noticia o início da competição desportiva questionada para o próximo dia 13 de junho, solicito ao eminente Ministro Presidente a instalação de sessão virtual extraordinária, para análise do Plenário no dia 10 de junho de 2021, com duração de 24 horas, tendo o início à 00h00min e término às 23h59min”, diz a ministra. “Autorizada a realização da sessão extraordinária, ressalto que os advogados poderão apresentar sustentações orais por meio eletrônico no dia 9 de junho, conforme o art. 5º-B, § 4º, da Resolução n. 642/2019”, acrescenta.

Leia Também: Covid-19: Laranjeiras inicia vacinação nas pessoas com idade a partir dos 50 anos

A realização da Copa América no Brasil é um dos assuntos abordados no segundo depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, à CPI da Covid-19, nesta terça-feira, 8. Aos senadores, o médico cardiologista afirmou que a decisão de transformar o país em sede da competição continental não compete à pasta. “Minha função nesse episódio não foi dar aval para acontecer a Copa América.

Leia Também: Covid-19: Laranjeiras inicia vacinação nas pessoas com idade a partir dos 50 anos

O presidente [Jair Bolsonaro] me pediu que avaliasse os protocolos da CBF e da Conmebol. São protocolos que permitem a segurança para a ocorrência dos jogos no Brasil. As autoridades dos Estados que aceitaram realizar os jogos estão de acordo com esse tipo de atividade. A fiscalização se dará por parte das autoridades sanitárias desses municípios. Não vejo, do ponto de vista epidemiológico, uma justificativa que fundamente a não ocorrência do evento. A decisão de fazer ou não o evento não compete ao Ministério da Saúde”, explicou Queiroga.

O julgamento terá início à 0h00 e acabará às 23h59 de quinta. Os advogados de PSB e da presidência da República, as partes envolvidas, poderão fazer sustentações orais já nesta quarta (9).

Com informações do portal Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias