segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioPolíticaCiro Gomes suspende pré-candidatura após PDT apoiar PEC dos Precatórios

Ciro Gomes suspende pré-candidatura após PDT apoiar PEC dos Precatórios

Dos 24 deputados da sigla, 15 votaram a favor da PEC, o que represente 63% da atual bancada do partido do postulante ao Palácio do Planalto em 2022.

Ciro Gomes, vice-presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), anunciou que sua candidatura à Presidência está suspensa após o seu partido ter apoiado a PEC dos Precatórios, que foi aprovada em primeiro turno pelo plenário da Câmara na madrugada desta quinta-feira (4).

A PEC vai permitir que o governo postergue o pagamento de precatórios que estão prestes a vencer e abre espaço para R$ 91,6 bilhões no orçamento de 2022. A medida ainda precisa ser aprovada em segundo turno antes de ir para o Senado.

“Há momentos em que a vida nos traz surpresas fortemente negativas e nos cola graves desafios. É o que sinto neste momento. É o que sinto, neste momento, ao deparar-me com a decisão de parte substantiva da bancada do PDT de apoiar a famigerada PEC dos Precatórios”, disse Ciro Gomes.

E continuou: “a mim só me resta um caminho: deixar a minha pré-candidatura em suspenso até que a bancada do meu partido reavalie sua posição. Temos um instrumento definitivo nas mãos, que é a votação em segundo turno, para reverter a decisão e voltarmos ao rumo certo.”.

Durante a votação desta madrugada, dos 24 deputados do PDT, 15 votaram a favor da PEC, o que represente 63% da bancada do partido. O placar final foi de 312 votos a 144, em favor da PEC.

Caso seja aprovada em definitivo, após o segundo turno e também no Senado, a PEC vai possibilitar que o governo Bolsonaro (sem partido) pague o programa de transferência de renda Auxílio Brasil no valor de R$ 400, substituindo o Bolsa Família.

Com informações do portal InfoMoney.

CAPA FIXA DE NOVEMBRO COVID

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias