segunda-feira, agosto 15, 2022
InícioLaranjeirasMuseu Afro-Brasileiro de Sergipe comemora 45 anos

Museu Afro-Brasileiro de Sergipe comemora 45 anos

O Governo do Estado através da Funcap com apoio da Prefeitura de Laranjeiras realiza programação em comemoração ao aniversário do Museu Afro-Brasileiro de Sergipe que fica localizado em Laranjeiras. A programação será acompanhada através de uma Live. A Live será transmitida por meio do YouTube no canal Aperipê, a partir das 18h30.

Programação realizada pela Funcap traz artistas contemplados nos editais da Lei Aldir Blanc.

Nesta sexta-feira, 28, o Museu Afro-Brasileiro de Sergipe, localizado em Laranjeiras, comemora 45 anos de existência e a Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap) selecionou artistas contemplados nos editais da Lei Aldir Blanc para celebração desta data. A partir das 18h30, acontecerá a transmissão, no Youtube da Fundação, da apresentação do Grupo Teatral Menores Unidos de Laranjeiras com o espetáculo Laranjeiras Canta e Encanta, logo em seguida show com a artista Nany Lessa. Além disso, o museu receberá a exposição Aiyê Mi Terra Minha, do artista Alan D’Xangô.

Sobre o Museu

O prédio onde fica localizado o Museu é um sobrado construído no século XIX e apresenta características arquitetônicas do neoclassicismo. Conhecido como Casa Aquiles Ribeiro, tornou-se Museu Afro em janeiro de 1976, foi oficializado em fevereiro do mesmo ano e foi o primeiro montado, especialmente, para o estudo da presença do negro na formação do povo brasileiro. Seu acervo é constituído por peças utilizadas para a tortura dos povos escravizados, mas também traz vestimentas  representativas de orixás e outras peças que  representam a cultura afro.

Sobre a exposição e o artista

Allan D’Xangô é um artista visual sergipano que encontra na pintura, no grafite e na musicalidade percussiva do Afoxé Di Preto, as possibilidades de que precisa para estar sempre em movimento. Seu trabalho traz para os visitantes 10 obras que falam sobre a relação dos Orixás com a terra. Segundo D´Xangô, seu trabalho objetiva levar ao público um pouco mais da cultura afro-brasileira: “nossa proposta é trazer ao público algo mais do conhecimento e da riqueza da cultura proveniente do Candomblé. Para isso, as obras contarão com etiquetas explicativas sobre cada orixá”, explica o artista.

Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc é uma realidade através de recursos da Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal, destinada ao Governo do Estado de Sergipe.

Programação

18h30 – Espetáculo Laranjeiras Canta e Encanta
Grupo Teatral Menores Unidos de Laranjeiras
19h20 – Show de Nany Lessa com participação de Rogério Valença

Alan D’Xangô – Exposição Aiyê Mi Terra Minha

(Com informações da ASN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias