sexta-feira, agosto 12, 2022
InícioEsportesPalmeiras empata contra São Paulo pela Libertadores

Palmeiras empata contra São Paulo pela Libertadores

Palmeiras acabou conseguindo sair do Morumbi no lucro com o empate diante do São Paulo no Morumbi, podendo empatar sem gols para avançar na Libertadores.

No primeiro Choque-Rei válido pelas quartas de final da Libertadores, o Palmeiras conseguiu vantagem no jogo de ida com empate diante do São Paulo por 1 a 1 no Morumbi nesta quarta-feira (10).

Por causa das estratégias das duas equipes, o São Paulo dominou a posse de bola e chegou perto de marcar no início do primeiro tempo, parando no goleiro Weverton. Porém, foi o Palmeiras que chegou mais perto do gol nos contra-ataques, com Breno Lopes desperdiçando duas grandes chances de marcar.

As duas equipes tentaram partir mais para cima no início do segundo tempo, mas o São Paulo conseguiu se sobressair diante do rival e abriu o placar com Luan. O tricolor paulista esteve perto de encaminhar a vitória, mas a estrela de Patrick de Paula brilhou em cobrança de falta, empatando o jogo.

Antes da definição do confronto pela Libertadores, as duas equipes terão compromissos pelo Brasileirão no próximo sábado (14). O São Paulo receberá o Grêmio (21h), enquanto o Palmeiras terá pela frente o esperado duelo contra o Atlético-MG (19h), atual líder do campeonato, no Mineirão.

O jogo de volta será realizado na próxima terça-feira (17), a partir das 21h30 pelo horário de Brasília, no Allianz Parque. Na Libertadores, o critério do gol fora de casa segue valendo, dando ao Palmeiras a vantagem do empate sem gols no próximo jogo.

Primeiro tempo

As estratégias estiveram bem definidas desde o início do jogo, com o São Paulo trabalhando mais a bola diante de um Palmeiras mais recuado, marcando em seu próprio campo com no máximo dois jogadores ameaçando apertar as saídas de jogo no campo adversário.

O objetivo do Palmeiras era claro, reduzir os espaços do São Paulo no ataque e tentar uma roubada de bola para aproveitar a transição ofensiva rápida e armar contra-ataques rápidos pelos lados.

Aos 2′ do primeiro tempo, surgiu a primeira chance real do tricolor. Léo foi  acionado pela esquerda e acabou travado por Marcos Rocha no cruzamento. Weverton afastou o escanteio para entrada da área, mas Luan pegou bem na bola e quase abriu o placar.

Mesmo com 76% de posse nos primeiros dez minutos, o São Paulo foi pouco efetivo diante do Palmeiras. Mas a situação mudou entre os 10-20min, momento no qual o tricolor paulista foi mais perigoso na etapa inicial.

Aos 15′, Dani Alves fez grande jogada pela direita ao lançar de canhota nas costas de Gustavo Gómez para Sara surgir na grande área e pegar de primeira, forçando uma grande defesa do goleiro palmeirense.

O perigo segui na cobrança de escanteio. Em jogada ensaiada, Rigoni cruzou na área em bola que desviou no caminho, exigindo grande defesa de Weverton para evitar o primeiro gol do jogo.

Depois de flertar com o perigo, o Palmeiras conseguiu reagir com duas chances quase fatais de contra-ataque. Aos 21′, Dani Alves cortou a bola na ponta esquerda, mas Dudu cobrou muito bem o escanteio e a bola chegou para Renan cabecear dentro da área, passando muito perto do gol pelo lado esquerdo.

Em seguida, o Verdão chegou na velocidade para fazer excelente jogada com Dudu, conseguindo acionar Breno Lopes com total liberdade na grande área. Porém, o atacante se atrapalhou todo na conclusão e desperdiçou a melhor chance do primeiro temo.

O Palmeiras passou a incomodar um pouco mais as saídas do São Paulo no restante do primeiro tempo, conseguindo inclusive forçar erros como o de Arboleda aos 29′, em bola que quase armou contra-ataque do Palmeiras.

No entanto, os minutos finais do primeiro foram marcados pela tensão, com muitas faltas e poucas finalizações de perigo. Apesar do São Paulo ter mais volume de jogo, foi o Palmeiras quem chegou mais.

Aos 40′, Dudu conseguiu um bom passa para Breno Lopes definir, mas o atacante novamente se atrapalhou. Em seguida, Gabriel Sara arriscou de fora da área para testar o goleiro Weverton, que apenas observou. Por fim, Raphael Veiga teve boa chance em cobrança perigosa de falta, mas jogou para fora.

Segundo tempo

As equipes voltaram com alterações para o segundo tempo. O São Paulo, o lateral Wellington entrou no lugar de Arboleda para tentar dar maior reforço ofensivo, enquanto Breno Lopes saiu no Palmeiras para entrada de Wesley.

Com o Palmeiras mais adiantado no campo ofensivo mesmo sem a bola, os espaços foram maiores e o jogo ganhou bastante em intensidade no segundo tempo, com a impressão de que seria questão de tempo para o placar ser aberto.

Iniciando os trabalhos 8′ do segundo tempo, Wesley se livrou da marcação de vários jogadores e conseguiu bater cruzado com desvio, em bola que passou muito perto do gol deixando o goleiro Volpi “vendido” no lance. No lance seguinte, a bola sobrou na esquerda e Danilo chutou firme, passando perto.

Aos 9′, foi a vez do São Paulo apostar na velocidade para surpreender o Palmeiras. Em bate-rebate na grande área, Weverton salvou o Palmeiras duas vezes nos chutes de Nestor perto da pequena área. Mas no terceiro rebote, Luan chegou sozinho na grande área e encheu o pé para acertar o ângulo direito e abrir o placar no Choque-Rei.

Logo depois do gol sofrido, Abel Ferreira optou por chamar Luiz Adriano no lugar de Rony, que acabou não tendo uma atuação de destaque neste clássico. Entretanto, o São Paulo conseguiu quase marcou o segundo, aos 24 minutos.

Roubando a bola novamente no meio-campo, o tricolor paulista avançou com Gabriel Sara chegando na entrada da área pela esquerda e bater com efeito na bola para assustar o goleiro Weverton. Abel Ferreira aproveitou para acionar Patrick de Paula no lugar de Zé Rafael.

O São Paulo conseguia administrar melhor o jogo no segundo tempo com chances de marcar o segundo, mas a confiança de Patrick de Paula mudou o cenário do jogo. Cobrando falta de longe pelo lado direito, o jovem artilheiro do Palmeiras bateu rasteiro no canto direito e empatou o jogo, aos 29′ do segundo tempo.

Animado com o gol de empate, o Palmeiras partiu para cima do São Paulo e esteve perto de marcar o segundo em diversas oportunidades. Aos 32′, Wesley ganhou de novo na velocidade e deixou para Raphael Veiga concluir, mas Volpi desta vez saiu muito bem e impediu a finalização.

Encaixando mais uma jogada de velocidade, Wesley conseguiu espaço pelo lado  esquerdo e cruzou novamente para Veiga, mas a bola desta vez não chegou na medida e Volpi encaixou a defesa sem oferecer rebote.

Na jogada final da partida, Pablo recebeu nas costas da defesa mas ficou sem ângulo para bater e chutou em cima de Weverton. Depois, a arbitragem marcou impedimento.

Além do resultado negativo no jogo de ida, o São Paulo ainda teve mais um problema de lesão. No final do jogo, Wellington foi substituído por Reinaldo por lesão posterior na coxa esquerda.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1-1 PALMEIRAS

Data: 10/08/2021, 21:30
Estádio: Morumbi
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina)

Gols: 2T 9′ Luan (São Paulo); 2T 29′ Patrick de Paula (Palmeiras)

Substituições – São Paulo: Wellington (Arboleda); Igor Gomes (Rodrigo Nestor); Reinaldo (Wellington)

Substituições – Palmeiras:  Wesley (Breno Lopes); Luiz Adriano (Rony); Patrick de Paula (Zé Rafael); Gabriel Veron (Raphael Veiga)

São Paulo (3-4-1-2): Tiago Volpi; Arboleda, Miranda, Léo; Dani Alves, Rodrigo Nestor, Luan, Liziero; Gabriel Sara; Pablo, Rigoni. Técnico: Hernan Crespo

Palmeiras (3-4-2-1): Weverton; Luan, Gustavo Gómez, Renan; Marcos Rocha, Danilo, Zé Rafael, Breno Lopes; Rahpael Veiga, Dudu; Rony. Técnico: Abel Ferreira

Com informações do portal Torcedores.

Assista os melhores momentos:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias